Área Médica
Atendimento online via chat exclusivo para médicos
Fale Conosco
Rua Santa Clara, 240
Sorocaba/SP
TEL: (15) 3233-7925 / 3231-1614
contato@arteformulas.com.br

Dicas de Saúde

A pele após os 60 anos

Após os 60 anos, as alterações se tornam cada vez mais visíveis. A pele se torna ainda mais atrofia, com diminuição progressiva da espessura e grande comprometimento do manto hidrolipídico, o que gera afinamento tecidual, prejudicando a função barreira. A degradação ou perda da função de barreira da pele, com o aumento da idade, torna a pele seca e sem vida, sendo necessário fazer o reparo de sua estrutura e manter uma boa nutrição e hidratação. A produção de colágeno, elastina e filagrina é praticamente nula, ocorre à perda da capacidade de contração das fibras e a vascularização vai se tornando deficientes. Proteínas e açucares, que influenciam no turgor da pele, também apresentam alterações bioquímicas, fazendo com que haja uma perda de elasticidade e compressibilidade da pele. Assim sendo, a derme envelhecida se torna um tecido rígido, inelástico e irresponsável à tensão, com menor capacidade de resposta ao estresse ou trauma.

Na pele pós-madura ocorre também a diminuição da produção de vitamina D, devido à degradação de enzimas responsáveis pelo processo, causando muitas vezes deficiência desta vitamina. Clinicamente, a Vitamina D participa de processos essenciais na manutenção da homeostase da pele, restaurando a capacidade celular em se retardar o envelhecimento.

Durante esta fase tudo fica exacerbado, as evidências clínicas do envelhecimento cronológico e biológico se somam ao hormonal e ao fotoenvelhecimento e todas as alterações ocorridas, até então, adquirem uma importância que requer cuidados multifatoriais para contrapor todos os efeitos deletérios ocasionados pelo envelhecimento.

Cada cuidado é indispensável e foi pensando nisso que reunimos soluções que trarão conforto para vivenciar esta etapa da vida. Para maiores informações consulte-nos.