Área Médica
Atendimento online via chat exclusivo para médicos
Fale Conosco
Rua Santa Clara, 240
Sorocaba/SP
TEL: (15) 3233-7925 / 3231-1614
contato@arteformulas.com.br

Dicas de Saúde

Brasil aprova nova droga biológica contra o Lúpus

Brasil aprova nova droga biológica contra o Lúpus

O primeiro medicamento desenvolvido em mais de 50 anos para tratar especificamente pessoas com Lúpus chegou ao mercado brasileiro neste mês.

A droga, batizada de Benlysta, é uma proteína que combate o processo responsável por levar o corpo do paciente a atacar as próprias células de defesa. 

O tratamento existente hoje, a base do antinflamatório cortisona, não custa mais do que R$ 2.000, porém é distribuído pela rede pública de saúde.

De acordo com o reumatologista Luiz Coelho Andrade, da Unifesp, o Benlysta não vai substituir o tratamento existente. "O uso deverá complementar ao tratamento convencional." O médico nota avanços no tratamento da doença. "Há 40 anos, mais da metade das pessoas com Lúpus morria". Hoje, quando o paciente descobre que tem a doença, dizemos que ele vai levar uma vida normal, apesar de eventuais complicações.

Estima-se que o Brasil tenha 200 mil pessoas com Lúpus. Por ano, mais de mil casos são diagnosticados. Segundo o ministério da Saúde, em 2012, a doença levou à internação 4.475 pessoas. As mulheres são as mais afetadas. Em cada grupo de dez doentes, nove são mulheres em idade produtiva.

LÚPUS

O Lúpus é uma doença autoimune. Morton Scheinberg, reumatologista que coordenou parte dos testes clínicos da nova droga no Hospital Abreu Sodré, explica que os Linfócitos B, células de defesa, produzem anticorpos que atacam o organismo das pessoas que têm a doença.

O Lúpus mais "leve" causa artrite, fadiga, perda de cabelo e problemas na pele. Em fase moderada, a doença leva a uma queda no número de plaquetas e glóbulos brancos no sangue.

Casos graves acometem os rins e o sistema nervoso central, causando desde dores de cabeça até convulsões e paralisia.

Sinais e Sintomas

- Cansaço, perda de apetite, emagrecimento.
- Manchas vermelhas/rosadas em forma de disco sobre a pele (sobretudo nas bochechas e nariz, em forma de borboleta), pescoço e braços.
- Excessiva sensibilidade à luz solar
- Mudança de cor nas extremidades.
- Perda de cabelo.
- Ulceras.
- Dores nas articulações.

VAMOS ENTENDER!